Sem estoque
morangos

Morango Congelado (1 Kg)

R$18,80

REF: PMOCF. Categorias , Etiqueta:

Sem estoque

Descrição do produto

Morango

As propriedades do morango que merecem mais destaque em termos medicinais, são as atividades antioxidante e anti-inflamatória.

Os morangos são pouco calóricos; 100 g fornecem apenas 33 calorias (7,7 g de carboidratos, 0,7 g de proteína, 2g de fibras e 0,3 g de gordura). Eles são uma excelente fonte de manganês e vitamina C (cada 100 g contêm 0,386 mg e 58,8 mg, respectivamente). Apresentam também vitamina B6, biotina, ácido fólico, fibras, ômega 3, iodo, potássio, fósforo, magnésio e cobre.

Com relação aos fitonutrientes, eles possuem compostos dos grupos das antocianinas, dos flavonoides, dos ácidos hidroxicinâmicos e hidroxibenzóicos, exemplares de taninos e estilbenos.

Vamos então conhecer alguns dos benefícios do morango para a nossa saúde.

1) O morango ajuda a controlar a glicemia
Estudos têm revelado que o consumo de morangos e com certas frequências (no mínimo 2 a 3 porções por semana) ajudam a controlar o nível de glicose no sangue.

Em uma pesquisa foram observados os efeitos do consumo de açúcar de mesa sobre o nível de glicemia, quando ingerido isoladamente (5 e 6 colheres de chá) e acompanhado de morangos frescos (cerca de 150 g). O consumo do açúcar gerou um pico de glicose, mas, quando ingerido concomitantemente com os morangos, houve uma redução do nível de glicemia. Os pesquisadores sugeriram que os polifenóis do morango, especialmente o elagitanino, foram os responsáveis por estes resultados. O elagitanino consegue inibir a enzima alfa-amilase, que participa da hidrólise de polissacarídeos em nosso organismo, o que significa que a interrupção da sua atividade reduz a quantidade de glicose a ser lançada no sangue.

2) O morango ajuda a emagrecer
O consumo de morango também ajuda no processo de emagrecimento.

Além de saborosos e pouco calóricos, como já vimos, eles ajudam a diminuir os níveis de glicose no sangue. Com isso, a quantidade de glicose disponível para o metabolismo converter em gordura será reduzida.

Os morangos também parecem estimular a produção dos hormônios adiponectina e leptina, que participam respetivamente, na queima de gorduras e no controle do apetite.

Um estudo publicado no Journal of the Agriculture and Food Chemistry, mostrou que as antocianinas, como as do morango, ajudam a queimar gorduras. Animais que receberam uma dieta gordurosa acompanhada de antocianinas apresentaram um peso 24% menor do que aqueles que comeram apenas gorduras.

Veja também: Morango Engorda ou Emagrece?

3) O morango é bom para o coração
O potássio presente no morango é um vasodilatador; ele ajuda a diminuir os efeitos do sódio no nosso organismo. Da mesma forma, o magnésio possui essa ação anti-hipertensiva, por relaxar os músculos dos vasos sanguíneos.

Os benefícios do morango para o coração também decorrem das suas propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias, por moderar os efeitos do colesterol LDL nas artérias, o que previne a formação de placas ateroscleróticas.

4) O morango é um bom anti-inflamatório
A quercetina (flavonoide) também apresenta uma atividade anti-inflamatória. Ainda que não existam pesquisas que comprovem este assunto, a ingestão de morangos pode amenizar sintomas alérgicos, como urticárias e secreções nasais.

Um estudo desenvolvido pela Escola de Saúde Pública de Harvard revelou que mulheres, que consomem no mínimo 16 unidades de morango por semana têm uma redução de 14% nas chances de apresentarem um excesso de proteína-C reativa (ou PCR), um marcador de processos inflamatório do organismo.

Além disso, estudos em animais indicam que a ingestão do morango, na forma de extrato e de pó, ajuda a conter inflamações no intestino, como acontece na doença de Crohn e na colite ulcerosa. Os pesquisadores creditam uma boa parte desse efeito anti-inflamatório à presença de ácido salicílico, mesmo que ele seja encontrado em quantidade pouco significativa no morango. O ácido salicílico é um tipo de ácido hidroxibenzóico, similar ao ácido acetilsalicílico (princípio ativo da aspirina).

5) O morango é bom para os olhos
O poder antioxidante dos morangos pode evitar a ocorrência de algumas doenças oftalmológicas. Os radicais livres são um dos principais responsáveis pela ocorrência de enfermidades como a degeneração macular, que pode levar a uma perda de visão.

Vale destacar que, apesar de nosso organismo ter mecanismos contra a ação desses agentes oxidantes, uma boa parte dessa defesa é obtida pela dieta.

O potássio presente nos morangos também ajuda a controlar a pressão ocular, outro parâmetro importante para saúde dos olhos.

6) O morango fortalece o sistema imunológico
Os morangos são uma excelente fonte de vitamina C, que além de ser um antioxidante e com isso evitar várias doenças, impulsiona a atividade dos leucócitos, uma das principais células envolvidas com defesa do nosso organismo.

Não é à toa, por exemplo, que suplementos a base de vitamina C sejam indicados para o tratamento e prevenção de resfriados, porém, o consumo de frutas frescas, como o morango, além da vitamina C, traz uma série de outros nutrientes que ajudam a manter a saúde do sistema imune em dia, por isso é sempre mais recomendável do que a utilização de suplementos.

7) O morango é bom para a pele
Os benefícios do morango para a pele também são proporcionados pelo seu conteúdo de vitamina C e pela presença do ácido elágico (um ácido hidroxibenzóico).

Combatendo a ação dos radicais livres, a vitamina C ajuda a retardar o envelhecimento precoce. A vitamina ainda é fundamental para o processo de síntese de colágeno, proteína que garante uma melhor firmeza para a pele. O ácido elágico também evita o surgimento de rugas provocadas pela exposição excessiva da pele aos raios UV-B.

8) O morango é um aliado do sistema nervoso
A ação antioxidante dos morangos ajuda a proteger o sistema Nervoso. Os radicais livres também são prejudiciais para o cérebro e os nervos. O estresse oxidativo, isto é, condição em que esses agentes oxidantes superam as defesas antioxidantes do nosso corpo, está associado às doenças como o Parkinson, Alzheimer e esclerose múltipla.

Um mineral do morango também tem sido relacionado como benéfico para o cérebro. Por melhorar o fluxo sanguíneo para o órgão, o potássio ajuda a melhorar a função cognitiva, como a memória e a capacidade de concentração.

9) O morango ajuda a evitar o câncer
Existem muitos fatores que propiciam a ocorrência dos mais variados tipos de câncer, desde uma condição de estresse oxidativo até quadros de inflação excessiva. O consumo de morango é bastante pertinente contra o câncer, sobretudo para os tumores no cólon, esôfago, colo do útero e mama, graças às suas propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias.

Os fitonutrientes do morango têm sido documentados quanto aos seus efeitos anticancerígenos, como por exemplo, o elagitanino (tipo de tanino) e o ácido elágico (tipo de ácido hidroxibenzóico). Ainda não se sabe ao certo o exato mecanismo de ação desses compostos, mas seus efeitos podem estar associados à capacidade de diminuir a atividade de certas enzimas pró-inflamatórias e de estimular algumas enzimas do nosso sistema de defesa antioxidante.

Substâncias encontradas no morango que apresentam uma reconhecida atividade antioxidante são as antocianinas, a quercetina e o campferol (tipos de flavonoide), a vitamina C e o ácido fólico.

Um outro dado interessante é que o consumo diário de morangos pode ajudar a reduzir de forma significativa as metástases, que é o espalhamento do câncer para outros tecidos e órgãos do corpo.
fonte: http://www.mundoboaforma.com.br/9-beneficios-do-morango-para-que-serve-e-propriedades/#JPuQdmLrq9GYhsxT.99